quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Como Publicar um Livro na Internet


Conhece aquele ditado: “Há três coisas que todo ser humano deve fazer na vida para se sentir realizado: escrever um livro, ter um filho e plantar uma árvore”? Pois é, faço parte dessa turma. No início de 2014 achei que era hora de começar a escrever. Avaliei algumas opções para publicação e acabei optando por uma independente (self publishing).

Acabei encontrando o espetacular site de publicação independente LeanPub. O primeiro aspecto que achei fantástico foi poder fazer o lançamento de maneira “lean”. Isso quer dizer que é possível testar o mercado muito antes da conclusão do trabalho. O site provê uma “landing page” na qual você pode perguntar quanto as pessoas estariam dispostas a pagar. Fiz o lançamento depois de terminar o primeiro capítulo do App Engine e Python, você programa e o Google escala! Foi muito motivador fazer a primeira venda. Com certeza dá muito mais energia para escrever mais.

Outra funcionalidade fantástica é a geração do livro. Após o cadastro da conta o site compartilha uma pasta com você através do Dropbox. Dessa forma não há necessidade de se fazer upload e dowload. Ela contém os arquivos para geração do livro. O formato de escrita é o Markdown. Ou seja, para quem está acostumado a editar esse tipo de arquivo no GitHub, a curva de aprendizado é super suave. Com apenas um clique você tem a geração em formato epub, mob e pdf. É muito estimulante poder ver seu trabalho em um leitor eletrônico como o Kindle.

A simplicidade na geração do material é tanta que pensamos em fazer um teste no Python Pro. Começando pelo App Engine Fundamental, vamos ver se funciona fornecer as várias versões como material de apoio ao curso. Dessa maneira o aluno aprende com aulas ao vivo, exercícios e mais o livro para se aprofundar.

Enfim, tem vontade de escrever sobre algum assunto? dificuldade para publicar não é mais desculpa!

Se você gostou desse artigo, ajude um escritor independente curtindo a fan page: https://www.facebook.com/pythonappengine.

Até o próximo artigo.
Postar um comentário